No Sangue Corre-me o Tejo

 
 
No dia 24 de maio, às 17h45, será lançado o Caderno Cultural n.º 5 maio 2014 No sangue corre-me o Tejo de autoria de Carlos Santos Oliveira, na sala polivalente de Biblioteca Municipal da Chamusca Ruy Gomes da Silva. Esta iniciativa integra-se no programa da Ascensão.
Carlos Santos Oliveira através da poesia e da prosa poética vê no rio Tejo “um caudal imenso da vida” onde “as mulheres, de trouxas de roupa à cabeça, desciam até às margens do rio e aí lavavam o suor das roupas e o sono dos lençóis,” e “os pescadores, os avieiros, como o Manuel Grilo e o Francisco Fernandes, sulcavam as águas nos seus pequenos barcos”.
 
Carlos Santos Oliveira nasceu na Chamusca a 6 de janeiro de 1963 e tem expressado os seus sentimentos e princípios de vida através das suas publicações que se diversificam entre a poesia, a crónica, a prosa e a literatura infantil.
 
Lido 641 vezes